Técnica de enfermagem é a primeira a receber a vacina contra a Covid em Maracaju

Primeira dose da vacina contra a Covid-19, aplicada em Maracaju, na tarde desta terça-feira (19). Foto: Hosana de Lourdes
Da Redação
A técnica de enfermagem, Olinda Pache Santos, de 56 anos, que está na linha de frente do atendimento à Covid, foi a primeira a receber a vacina contra o novo coronavírus em Maracaju. Em um ato simbólico, realizado no posto central na tarde desta terça-feira (19), ela disse que se sente emocionada com esse momento.
O prefeito de Maracaju, Marcos Calderan (PSDB), o vice-prefeito, Mauro Christianini (DEM) e o presidente da Câmara de Vereadores, Robert Ziemann (PSDB), acompanharam o início da vacinação. Segundo o prefeito, a chegada da vacina representa “esperança”, e lembrou que os cuidados permanecem e todos devem colaborar. “A pandemia sempre foi a nossa maior preocupação e este é um excelente começo na luta contra a Covid, porém, não significa que a pandemia passou, devemos redobrar os cuidados e manter o uso da máscara, o distanciamento e espero que a população se atente para isso. A luz do fim do túnel existe, mas não está solucionada ainda”, frisou.
Maracaju recebeu 37% das doses enviadas pelo Governo do Estado para esta primeira etapa da imunização. Este percentual será usado nas doses 1 e 2 destinadas aos profissionais da saúde, aqueles que estão na linha de frente no atendimento à pacientes confirmados com Covid-19, a população indígena e os idosos institucionalizados e que fazem parte do lar do idoso. O Município segue o Plano Nacional de Imunização (PNI) adotado pelo Estado.

Durante ato simbólico das primeiras doses da vacina, com equipe de profissionais da saúde, prefeito, Marcos Calderan, vice-prefeito e presidente da Câmara. Foto: Hosana de Lourdes

Na segunda-feira (18), Mato Grosso do sul recebeu 158 mil doses da vacina contra a Covid-19. Com a ajuda do Corpo de Bombeiros e das Polícias, Civil e Militar, as doses foram encaminhadas para os municípios para iniciar a vacinação aos grupos prioritários.
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o município aguarda a chegada da nova remessa para dar seguimento ao planejamento de imunização.