Sete funções aguardadas para o WhatsApp em 2021

WhatsApp Pay, prints em conversas e editar mensagens estão entre os recursos mais aguardados

WhatsApp está em constante atualização e frequentemente libera novos recursos para tornar o uso mais fácil e eficiente. No entanto, algumas funções ainda permanecem na lista das mais aguardadas pelos usuários, como a possibilidade de editar mensagens e organizar figurinhas em pastas categorizadas. Outros recursos desejados já estão em desenvolvimento e podem chegar em breve, como o Modo Férias e o login em dispositivos diferentes. Confira, a seguir, sete funções bastante aguardadas para o WhatsApp em 2021.

Usuários aguardam por recursos e melhorias no WhatsApp — Foto: Rubens Achilles/TechTudo

WhatsApp Pay

A possibilidade de fazer pagamentos dentro das próprias conversas do WhatsApp foi anunciada oficialmente no Brasil no mês de junho, por meio do recurso WhatsApp Pay. No entanto, a função mal chegou ao país e foi suspensa pelo Banco Central ainda em junho, quando determinou que Visa e Mastercard, operadoras das transações, interrompessem as atividades.

A justificativa dada pelo órgão é de que seria necessário preservar um ambiente competitivo no segmento de pagamentos online. A instituição informou que precisaria avaliar eventuais riscos causados pela chegada da função no Sistema de Pagamentos Brasileiro.

WhatsApp Pay chega ao Brasil e promete facilitar as transações de envio e recebimento de dinheiro — Foto: Divulgação/WhatsApp

O WhatsApp Pay permite que o usuário faça transferências bancárias e pagamentos dentro da própria conversa, por meio de cobrança em cartão de crédito ou débito. O recurso é gratuito e não gera taxas para o usuário durante as transações. Resta esperar pela liberação do produto por parte do Banco Central.

Organizar figurinhas em pasta

Um dos recursos mais desejados pelos usuários é a possibilidade de organizar stickers do WhatsApp em pastas, recurso que facilitaria a vida de quem possui muitas figurinhas salvas como favoritas. A ideia é que as pessoas possam criar categorias das suas figurinhas para encontrá-las de forma mais fácil nas conversas, evitando a perda de tempo para buscar um ícone compatível com o assunto que está sendo tratado.

WhatsApp separa stickers por emoções para facilitar a busca — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

Recentemente, o WhatsApp liberou a pesquisa de figurinhas usando palavras-chave ou emoji, o que já facilita a procura dos stickers. Vale lembrar também que o WhatsApp também organiza automaticamente algumas figuras de acordo com as emoções que elas expressam. A função pode ser acessada no ícone de coração localizado dentro da seção de figurinhas, ao lado das favoritas. No entanto, o recurso é limitado e não permite categorizar os ícones livremente.

Aviso de print de Status e conversas

Outra função bastante desejada é o aviso de quando algum contato tirar print das conversas ou dos WhatsApp Status. Atualmente, qualquer pessoa pode fazer capturas de tela livremente dos chats e das histórias, pois não há notificação ou impedimento técnico para isso. Essa funcionalidade intimidaria as pessoas de fazer tal print, pois seriam deduradas pelo aplicativo, o que poderia aumentar a privacidade das conversas.

O alerta de prints foi popularizado pelo Snapchat e chegou a ser testado nos Stories do Instagram, mas não foi implementado de forma definitiva nas histórias — somente nas imagens autodestrutivas do Direct. No entanto, apesar de alguns boatos que circulam na Internet, até o momento não há previsão da chegada desse recurso no WhatsApp.

Usar o WhatsApp em dispositivos diferentes

Esse recurso está em fase de testes e facilitará a vida dos usuários do mensageiro. Caso seja implementada, a novidade permitirá que uma conta permaneça logada em vários dispositivos diferentes, sem ficar dependente do aparelho principal. Atualmente, para usar o WhatsApp Web, por exemplo, é necessário que o celular esteja ligado e com acesso à Internet. Essa nova função mudaria esse cenário e tornaria o uso livre em qualquer aparelho, mesmo se o smartphone principal estiver desligado.

WhatsApp Web não dependeria mais do celular — Foto: Caroline Doms/TechTudo

Segundo o site WABetaInfo, o recurso está em fase de desenvolvimento e poderá permitir o login simultâneo em até quatro aparelhos diferentes. Um dos impedimentos atuais para o lançamento do serviço seria a sincronização do histórico dos chats entre os dispositivos, que está sendo estudada. Até o momento, não existe previsão de lançamento oficial desse recurso.

Modo férias e “ler mais tarde”

Uma das maiores reclamações dos usuários do WhatsApp é a reposição automática de uma conversa arquivada à lista principal, depois que o chat recebe uma nova mensagem. No entanto, isso pode mudar em breve. O mensageiro já vem testando o Modo Férias, que mantém os bate-papos escondidos na seção de arquivo mesmo após uma nova mensagem, mas agora também poderá lançar o “Ler mais tarde”, que substituiria as “Conversas Arquivadas”.

A função permitiria armazenar as conversas em uma pasta para que o usuário não receba notificações daquele chat. Segundo as imagens capturadas nos testes, o objetivo é reduzir as interrupções diárias ocasionadas pelos alertas no celular. Possivelmente, o Modo Férias e o Ler Mais Tarde serão funções complementares, mas também não há previsão de chegada oficial ao mensageiro.

Possível “Modo Férias” do WhatsApp — Foto: Reprodução/WABetaInfo

Editar mensagens enviadas

O WhatsApp ainda não permite editar os textos enviados nas conversas, o que facilitaria a correção de mensagens enviadas por engano ou com erros gramaticais, por exemplo. Esse recurso, vale lembrar, já existe no rival Telegram há vários anos e exibe uma etiqueta sinalizando que o texto foi mudado, para evitar maiores confusões. Atualmente, caso o usuário queira alterar uma mensagem enviada no WhatsApp, tem que apagar o texto, reescrevê-lo e reenviá-lo no chat.

Proteger sessões no WhatsApp Web com biometria

O WhatsApp Web não é exatamente seguro, especialmente se você o utiliza em computadores acessados por muitas pessoas. Para contornar esse problema, o mensageiro estaria testando a solicitação de biometria antes de fazer login em novos dispositivos. O recurso solicitaria que o usuário escaneasse sua impressão digital no celular vinculado para que o WhatsApp Web liberasse o login em novos aparelhos.

Biometria traria mais segurança ao WhatsApp Web — Foto: Reprodução/9to5Google

Ainda não está claro se a biometria substituiria a leitura do QR Code nesses casos, nem como isso seria possível. Também não há confirmação de que a biometria poderia ser ativada via leitura facial, já que as imagens capturadas mostram apenas o escâner da impressão digital. O recurso permanece em fase de testes e também não há certeza sobre sua implementação definitiva no mensageiro.