Secretário de Saúde de Maracaju alerta sobre o plano de imunização contra a Covid-19 no município

Primeira dose da vacina contra a Covid-19, aplicada em Maracaju, na tarde desta terça-feira (19). Foto: Hosana de Lourdes
Vanessa Bordin
Em entrevista por telefone à Rádio Cidade, na manhã desta quarta-feira (20), o secretário municipal de Saúde, Thiago Caminha, disse que o município está preparado para realizar a imunização contra a Covid-19 e que nesta primeira etapa, serão vacinados os profissionais de saúde que trabalham na linha de frente à doença, os idosos abrigados institucionalmente e população indígena aldeada, que são pessoas que fazem parte dos grupos prioritários segundo o Ministério da Saúde.
Maracaju recebeu 1.156 doses da vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. Esta quantidade representa 34% das doses para atender os grupos prioritários nesta primeira etapa, e, segundo Thiago Caminha, Maracaju já aguarda uma nova remessa de doses do imunizante para dar seguimento a imunização.
Ainda segundo o secretário municipal de Saúde, serão 578 pessoas, dos grupos prioritários, vacinadas nesta etapa inicial, recebendo as duas doses necessárias da vacina Coronavac. As demais pessoas, como idosos acima de 60 anos, pessoas com comorbidades, que também fazem parte de grupos de risco, deverão receber a vacina em uma próxima etapa, divulgada assim que as etapas da imunização forem avançando.
O secretário reforçou que o município já tem assegurado os materiais para aplicação da vacina, como seringas e agulhas, a quantidade em estoque é suficiente para atender todas as pessoas nesta etapa.
Orientação
O secretário alertou quanto às medidas de segurança e de prevenção ao novo coronavírus e pediu que as pessoas mantenham o distanciamento de 1,5m, o uso da máscara em lugares públicos e também quando fizerem caminhadas ao ar livre, e o uso do álcool em gel e lavagem frequente das mãos. “São as medidas simples, mas importantes de prevenção à Covid neste momento de pandemia. A população precisa aguardar as próximas etapas da imunização, previstas no Plano Nacional”, disse Thiago Caminha.
Central Covid
O secretário ainda frisou o telefone disponível da central Covid em Maracaju, para dúvidas e qualquer esclarecimento: (67) 9 84713729. A central de atendimento e enfrentamento à Covid-19 fica localizada na Rua Francisco Marcondes, 40 (no final da Rua da Câmara de Vereadores).