MS é considerado maior exportador de celulose do país

Foto: JPNews
Da redação
Mato Grosso do Sul entra para a lista de maior exportador de celulose do país. Os dados são confirmados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Além do ranking de um dos maiores produtores e exportadores de grãos, a celulose garante ao estado esta importante referência.
O levantamento aponta que Mato Grosso do Sul ocupa o terceiro lugar em área de florestas plantadas, com cinco municípios entre os 10 no ranking dos maiores produtores. Três Lagoas, município da região centro-oeste, terceira cidade mais populosa do estado e a quarta com maior PIB, se tornou um polo nacional de fabricação de celulose.
A base florestal sul-mato-grossense representa atualmente 7% do PIB estadual, com uma receita bruta de cerca de R$ 10 bilhões, considerando florestas plantadas, móveis e produção de celulose, segundo os dados de 2019 do IBGE. Os segmentos de floresta e a respectiva indústria, são responsáveis por cerca de 12 mil empregos, sendo 5,5 mil na fabricação de celulose, conforme Nota Técnica da Celulose, elaborada pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).
Já a representatividade do Estado na produção florestal nacional, aumentou significativamente em cerca de seis anos. Mato Grosso do Sul, que representava 10% da produção florestal do país em 2013, passou para 14,77% em 2019, com uma área atualmente de 1,13 milhão de hectares de eucalipto plantado. Com relação aos produtos, o mais representativo é a madeira em tora. Enquanto a produção nacional desse item, no período de 2010 a 2019, teve um aumento de 13%, em Mato Grosso do Sul esse crescimento foi de 193%, elevando o Estado de 4,5% para 11,6% da produção nacional em 2019.